quinta-feira, 20 de dezembro de 2007

WalterZand-Experimental / Drum & Bass / Acoustic




Da madeira e zinco concretamente do bairro do Chamanculo, nasceu Cremildo Walter Zandamela também conhecido por Walter Zand (o Mito). A sua infância divide-se entre o som melódico das timbilas do bairro da Unidade-7 que junto a escola atiçaram o gosto das lindas melodias e percussão chope. Não se pode falar do saber tocar e construir os instrumentos por si executados, sem destacar as latas envolvidas de plástico ou borracha (câmara de ar/camarradalle) ...o tempo correu, rapaz cresceu...por ai aos 17 anos conheceu Senhor Pene, um homem com o qual Walter Zand assume ter uma dívida moral, pois foi quem incutiu o gosto pelo Jazz, a música instrumental...Como resultado, a investigação pela musica tradicional Moçambicana e musicas do mundo faz parte do seu hobby. Entre varias habilidades que Deus lhe deu, Walter cria e executa alguns instrumentos tradicionais (Udu Drums, Djembe, Chigubo, Phiany, xivocovoko, xigovia, xitende) e outros instrumentos por si produzidos (latas velhas, plásticos, RX, ferros, conjunto de sementes....) são o seu predilecto. Também tem outra veia artística, a pintura, cerâmica e desenho...cuja inspiração concentra se no cosmos e no seu meio envolvente com vista a quebrar as interpretações que o Ser Humano atribui a certos efeitos da natureza,,. Sem egoísmo trabalha com crianças na formação de iniciação artística e em iniciativas de caracter social, usando a arte como terapia ocupacional e reintegração social dos jovens.... O Convite de grupos como TIME MOZAM (Cândido Xerinda e Cecília), os corais de Gospel Wesley, Majescoral...tornaram. o mais curioso. A domínio da percussão foi possível com a instrução do mestre Coca Cola.... e mais tarde nomes como Nana Vasconcelos e Victor Gama despontam em Walter Zand o prazer em construir e tocar música experimental... Sensibilizado pelas questões naturais (aquecimento global), viu se na necessidade de trabalhar na reciclagem de resíduos sólidos, contribuindo na construção instrumentos musicais dentro do projecto MOZ URBS. Suas viagens através da percussão se associam a poesia tendo representado Moçambique no festival de Poesia Africana 2007 acompanhando o poeta moçambicano Amarildo Valeriano (Ziziwathu). Terminou em janeiro de 2007 o curso de AFRICAN CLASSICAL DRUM (DJEMBE) orientado pelo conceituado professor Dzewi em Pretoria numa iniciativa da CIIMDA. As músicas disponíveis fazem parte do projecto MUZAKAZI...boa audição
UM TEXTO ESCRITO POR OURI PACAMUTONDO

3 Comentários:

Anonymous Time-Mozam disse...

Ola! Feliz ano novo! acabo de descobrir esse blog...Xipamanine é também onde eu cresci...e estou Feliz de ver e escutar Um Artista moçambicano que promete...Sim O Walter é como um irmão mais novo...

Boa continuação
Cândido

14 de janeiro de 2008 às 02:04  
Blogger Laurentina disse...

AMIGO,QUE GRANDE HONRA TER ENCONTRADO ESTE BLOG E CONSEQUENTEMEMTE TER DEIXADO UM COMENTÁRIO.
MUITA GENTILEZA SUA.
VOLTE SEMPRE ESTA CASA É SUA.

OBRIGADA IRMÃO.
BEIJÃO GRANDE

17 de janeiro de 2008 às 07:34  
Anonymous patricia disse...

ola eu mi chamo patricia
e eu sou do maputo
mais agora estou no chile
eu tenho muitas saudades do
moçambique quero voltar mais
nao quero deijar o meu pai sozinho
eu gosto muito da catembe a minha mae se chama anabela americo
bom eu sempre vou a visitar est web site porq eu mi sinto como na catembe com a minha mae
" mae ti amo muito"
AaDdIiOoHh::::: patricia martins
adeus

31 de março de 2008 às 19:31  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial